Michal Cizek/AFP
Michal Cizek/AFP

Pedrosa bate próprio recorde e lidera treinos livres da MotoGP na República Checa

Espanhol "voou baixo" para cronometrar 1min55s976, superando o tempo de 1min56s027, estabelecido anteriormente em 2014

Estadão Conteúdo

03 Agosto 2018 | 12h28

Em grande forma depois do período de férias do calendário da MotoGP, Dani Pedrosa liderou de forma brilhante esta sexta-feira de treinos livres da etapa da República Checa da categoria ao cravar o novo recorde do circuito de Brno, que já pertencia a ele. O piloto espanhol da Honda "voou baixo" para cronometrar o tempo de 1min55s976, superando a marca de 1min56s027, estabelecida anteriormente em 2014.

+ Márquez vence, mantém hegemonia na Alemanha e dispara na ponta da MotoGP

Pedrosa acabou conquistando este feito na segunda sessão de pista do dia, que foi marcada por uma série de surpresas. A principal delas foi protagonizada pelo malaio Hafizh Syahrin, da Monster Yamaha Tech3, que garantiu um excelente quarto lugar ao percorrer a sua melhor volta em 1min56s392.

O italiano Danilo Petrucci, da Alma Pramac Racing, também fez bonito ao assegurar o segundo lugar com o tempo de 1min56s099, também andando forte com a Ducati. Também com uma moto desta montadora, o espanhol Álvaro Bautista, a equipe Angel Nieto, foi outra surpresa ao ficar logo atrás, em terceiro, ao cravar 1min56s144.

E o grupo dos cinco primeiros foi fechado pelo italiano Andrea Dovizioso, da equipe Ducati, com 1min56s218. Assim, ele também superou com folga o espanhol Marc Márquez, atual líder disparado do campeonato, que foi apenas o décimo colocado ao completar a sua volta mais rápida em 1min56s635 com a sua Honda.

Atual bicampeão da MotoGP e dono de quatro títulos na categoria máxima da motovelocidade, Márquez foi superado também pelo espanhol Maverick Viñales e pelo italiano Valentino Rossi, respectivos sexto e sétimo colocados pela Movistar Yamaha, e ainda ficou atrás do espanhol Tito Rabat, oitavo pela Avintia Racing de moto Ducati, e do francês Johann Zarco, o nono pela Monster Yamaha Tech 3.

Rossi é o atual vice-líder da MotoGP, mas está 46 pontos atrás de Márquez. O espanhol Jorge Lorenzo, sexto colocado do campeonato pela equipe Ducati, foi apenas o 15º colocado da segunda sessão livre que fechou as atividades de pista desta sexta.

O treino classificatório para o grid da etapa da República Checa começará às 9h10 (de Brasília) deste sábado, enquanto a corrida terá largada às 9 horas de domingo, quando o Mundial de MotoGP voltará a contar com a disputa de uma prova após três semanas. A última etapa foi realizada no dia 15 de julho, quando Márquez faturou a vitória, Rossi terminou em segundo lugar e Viñales completou o pódio.

 

 

Mais conteúdo sobre:
MotoGP [motovelocidade] Daniel Pedrosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.