Eddie Keogh/Reuters
Eddie Keogh/Reuters

Pensando em 2018, chefe da Mercedes fará testes em duas últimas corridas do ano

Toto Wolff pretende arriscar um pouco mais a partir do GP do Brasil

Estadão Conteúdo

08 Novembro 2017 | 18h34

Com os títulos dos Mundiais de Pilotos e de Construtores assegurados, a Mercedes já se concentra na preparação do seu carro para a temporada 2018 da Fórmula 1. Nesta quarta-feira, o chefe da equipe, Toto Wolff, revelou que fará testes nas duas corridas finais deste campeonato - no Brasil e em Abu Dabi - visando a próxima temporada.

+ Massa reforça preferência por correr na Fórmula E no futuro

+ Massa espera despedida discreta neste ano em Interlagos

"Dentro do time, estamos encarando as duas provas restantes como os dois primeiros GPs de 2018", avisou Wolff. "Estas duas corridas são as duas primeiras oportunidades antes do início da próxima temporada. Vamos testar novos e interessantes conceitos que o panorama competitivo do início do ano não nos permitiu levar para a pista."

O dirigente quer aproveitar a tranquilidade dos títulos já garantidos para arriscar um pouco mais a partir do GP do Brasil, neste fim de semana, no Autódromo de Interlagos. "Com os dois títulos selados, o equilíbrio do risco mudou um pouco na equipe em comparação a um fim de semana normal", afirmou.

Os experimentos serão concentrados nos dois treinos livres que serão disputados nas sextas-feiras dos GPs do Brasil e de Abu Dabi. "Vamos fazer uma série de experiências nas duas últimas sextas da temporada, com a opção de utilizar as novidades no dia da corrida se o time entender que será algo valioso como aprendizado para 2018."

Wolff, no entanto, fez questão de ressaltar que a Mercedes não deixará a briga pela vitórias nestas corridas em segundo plano. "Estamos sem pressão. Mas disputamos cada corrida para vencer. É o que temos em mente em São Paulo", avisou o chefe, que aposta em pódio para seus dois pilotos, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

"Lewis está correndo no auge de suas forças agora. E está determinado a acrescentar mais uma vitória ao seu ano de sucesso. Valtteri deu um passo adiante no México e deve partir deste ponto para correr em Interlagos", declarou Wolff.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Mercedes-Benz Toto Wolff

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.