AFP
AFP

Pérez admite susto e alívio após acidente em treino da Fórmula 1

Piloto mexicano da Force India sofreu acidente no GP da Hungria

Estadão Conteúdo

24 de julho de 2015 | 15h29

Uma semana após a morte de Jules Bianchi, os pilotos da Fórmula 1 levaram um susto nesta sexta-feira, logo no primeiro treino livre do GP da Hungria, em Budapeste. O mexicano Sergio Pérez capotou sua Force India em uma manobra insuspeita e preocupou pilotos, equipes e dirigentes da categoria. Felizmente, o mexicano saiu ileso do acidente.

Na saída da curva 11, Pérez perdeu o controle do carro, em razão de uma falha na suspensão traseira direita, derrapou e saiu da pista. Após se chocar com o guardrail, a Force India quebrou o eixo da suspensão dianteira direita, causando o capotamento. Pérez saiu sozinho do carro e caminhou normalmente após o choque que assustou a organização da prova húngara.

"Foi um acidente bem dramático, definitivamente, porque perdi o carro naquela velocidade. O impacto não foi tão feio, mas quando eu capotei eu fiquei assustado", declarou o mexicano. "Sair do carro foi um pouco desafiador, mas graças a Deus não aconteceu nada e estou aqui [bem]".

A batida preocupou a direção da Force India, que não escondeu a surpresa pelo acidente. Sem descobrir a causa, a equipe decidiu tirar Pérez e o alemão Nico Hülkenberg do segundo treino livre. Os mecânicos avaliam o problema na suspensão para saber se a dupla poderá ir para a pista no terceiro treino livre, na manhã deste sábado.

"A equipe tem agora muita informação para analisar. Tomamos a decisão certa ao ficar de fora do segundo treino. Foi um acidente muito estranho", destacou Pérez. "Eu achei que a pista estava suja naquele momento, mas agora olhando melhor o vídeo posso ver que a suspensão traseira simplesmente quebrou."

O acidente, no entanto, não tirou a confiança do piloto, oitavo mais rápido da sessão inicial desta sexta. "Eu ainda acredito que podemos ter um bom fim de semana. Ainda estamos tentando descobrir o que causou o acidente. Vamos analisar tudo e tentar melhorar para amanhã [sábado]", disse o piloto, que prometeu acelerar ainda mais na curva 11.

"Amanhã vamos ser ainda mais rápidos naquela curva. Você só tem que esquecer estes momentos difíceis", afirmou Pérez, ainda tentando superar o susto do dia. "Está tudo bem", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.