Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Petrucci supera Márquez e Dovizioso para ganhar pela primeira vez na MotoGP

Piloto italiano cruza a linha de chegada vantagem de 43 milésimos de segundo sobre o rival espanhol

Redação, Estadão Conteúdo

02 de junho de 2019 | 10h22

A primeira vitória do italiano Danilo Petrucci na MotoGP não poderia ser mais espetacular. O piloto da Ducati ganhou a etapa da Itália, no circuito de Mugello, neste domingo, após uma disputa impressionante com o espanhol Marc Márquez (Honda) e o compatriota Andrea Dovizioso, também da Ducati, durante as 23 voltas.

"Foi uma corrida fantástica. Inacreditável. O melhor lugar do mundo é aqui neste momento, junto com minha família e com meus amigos da Ducati. Agradeço também todo o apoio de Dovizioso", disse Petrucci, que chegou com uma vantagem de 43 milésimos de segundo sobre Márquez, o segundo colocado. Dovizioso completou o pódio.

A liderança do campeonato continua com Márquez, agora com 115 pontos, contra 103 de Dovizioso. Rins soma 88, contra 82 de Petrucci e 72 de Rossi. A próxima corrida está marcada para dia 16 de junho, com a etapa da Catalunha, em Barcelona, na Espanha.

Márquez pulou na frente na largada e viu seus principais adversários ganharem várias posições. Dovizioso pulou para terceiro, enquanto Rins ganhou dez posições em três voltas para ficar em quinto. O francês Fabio Quartararo e o italiano Franco Morbidelli não repetiram o mesmo ritmo dos treinos. Valentino Rossi largou em 18º, chegou a 16º, mas caiu na curva 9, na oitava volta, para decepção total dos 83.761 torcedores presentes ao circuito.

As Ducati de Dovizioso, Petrucci e Miller mostraram muita potência nas retas, enquanto a Suzuki de Rins foi muito equilibrada nas curvas. Com isso, Márquez acabou sendo superado por todos e caiu para a quinta posição. A partir daí, a briga pelas cinco primeiras posições foi intensa.

Petrucci conseguiu manter o primeiro lugar, enquanto Dovizioso travou grande duelo com Márquez. Rins, menos potente, tentou não perder o contato com os líderes.

Na 13ª volta, Márquez fez grande ultrapassagem sobre Dovizioso, usando o vácuo, de forma sensacional. Mas o italiano recuperou a posição logo em seguida.

A quatro voltas do fim, Dovizioso passou Petrucci e, neste momento, assumia a liderança do campeonato, mas Petrucci recuperou o primeira lugar na prova ainda na mesma volta. Mas a maior emoção estava reservada para a última volta.

Márquez, usando a força do motor Honda, pulou da terceira posição para a liderança na reta principal. Petrucci, ultrapassado também por Dovizioso, veio por dentro na curva 2 e recuperou a liderança, em uma manobra de grande categoria à frente de Takaaki Nakagami, que conseguiu seu melhor resultado na MotoGP.

Melhor Yamaha neste domingo, Maverick Viñales ficou com o sexto lugar, seguido por Michelle Pirro e Cal Crutchlow. Pol Espargaró foi o nono colocado, com Fabio Quartararo em décimo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.