Peugeot nega intenção de comprar time da Honda na F-1

Montadora francesa também diz que passa por problemas nas vendas; Ecclestone fala em três propostas

AE, Agencia Estado

16 de dezembro de 2008 | 10h25

A Peugeot negou nesta terça-feira os boatos de que estaria interessada em comprar a estrutura deixada pela Honda na Fórmula 1. A montadora japonesa procura interessados em gerir a equipe, depois que anunciou o fim de sua participação na principal categoria do automobilismo, em decorrência da crise financeira."Isso é totalmente falso. Também estamos com grandes problemas em nossas vendas, como todas as outras montadoras. Temos muitas outras coisas para pensar, em vez de considerar uma entrada na Fórmula 1", disse Jean-Claude Lefebvre, porta-voz da divisão de esportes da montadora francesa, ao jornal La Gazzetta dello Sport.De acordo com o inglês Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1, há pelo menos três propostas sérias pela estrutura da Honda na categoria. O favorito é o grupo Prodrive, de David Richards.A empresa gerenciava as operações da Subaru no Mundial de Rali, mas com o anúncio da saída da montadora das competições, nesta terça-feira, deve procurar outros caminhos.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1HondaPeugeot

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.