Peugeot supera Audi e vence as 24 Horas de Le Mans

A vitória ficou com o trio David Brabham, Marc Gene e Alexander Wurz, todos com passagem pela F-1

AE-AP, Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 13h09

A Peugeot encerrou um domínio de cinco anos da Audi, e conquistou neste domingo as 24 Horas de Le Mans, mais tradicional prova de longa duração do automobilismo. A vitória ficou com o trio formado por David Brabham, Marc Gene e Alexander Wurz, todos com passagem pela Fórmula 1.

Os três pilotos revezaram-se no comando do modelo 908 movido a diesel. Foi o terceiro ano que a montadora francesa levou o carro para a prova - nas duas primeiras, uma série de problemas mecânicos e a concorrência do Audi R10 impediram a vitória.

Além da vitória, a Peugeot ficou com o segundo lugar, com o trio formado pelos franceses Sebastien Bourdais, Franck Montagny e Stéphane Sarrazin, todos também com experiência na F-1. Bourdais, inclusive, é piloto da Toro Rosso e teve de pedir licença à equipe para correr nas 24 Horas.

O melhor carro da Audi ficou em terceiro lugar. O trio campeão de 2008, formado por Rinaldo Capello, Allan McNish e Tom Kristensen, cruzou a linha de chegada a seis voltas da primeira colocação.

Entre os brasileiros que disputaram a prova, o destaque foi Jaime Melo Júnior, que conquistou o bicampeonato na categoria GT2, ao lado do finlandês Mika Salo e do alemão Pierre Kaffer.

Bruno Senna, que estreava na prova pela equipe Oreca, não completou. Ele correu ao lado do monegasco Stéphane Ortelli e do português Thiago Monteiro. O trio encerrou sua participação depois que Ortelli sofreu um acidente.

Em vez de voltar à prova, a escuderia decidiu que o carro ficaria nos boxes, para que suas peças servissem como reposição para o outro modelo da equipe, comandado por Oliver Panis, que terminou em quinto lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.