Kamran Jebreili/EFE
Kamran Jebreili/EFE

Pietro Fittipaldi ganha elogios e comemora estreia em treino livre da F-1

Brasileiro mostrou evolução ao longo das duas sessões nesta sexta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2020 | 19h02

Pietro Fittipaldi saiu satisfeito dos dois primeiros treinos livres do GP de Sakhir, que marcaram sua estreia oficial num fim de semana de corrida da Fórmula 1. O piloto brasileiro mostrou evolução ao longo das duas sessões e até ganhou elogios do chefe da equipe Haas. 

"Hoje foi um ótimo dia para mim. A equipe me ajudou demais para me acostumar com o carro e com todos os procedimentos. Eu me senti bem fazendo voltas rápidas e foquei bastante no pit stop porque existem vários ajustes diferentes que você precisa fazer quando você entra no box", comentou o neto do bicampeão Emerson. 

Pietro não pilotava um carro de fórmula há oito meses. Mesmo assim, se saiu bem. Foram 80 voltas e raros erros na pista. Ele mostrou bastante cautela e tranquilidade, tentando aproveitar ao máximo a quilometragem que pôde acumular nesta sexta-feira. De um treino para outro, ele baixou seu tempo em um segundo. 

"Me senti muito confortável, fazia um ano que eu não pilotava o carro da Haas e oito meses que não pilotava nenhum carro, então eu saí no primeiro treino com calma e no segundo treino eu avancei ainda mais, sendo que me senti bastante competitivo. Amanhã daremos um novo passo e com certeza poderemos evoluir mais no momento que é o que mais vale, com classificatório amanhã e a corrida no domingo. Agora é colocar todo aprendizado junto e acelerar", disse o piloto de 24 anos.

Pietro ganhou a oportunidade de pilotar pela Haas neste fim de semana, no Bahrein, porque um dos titulares do time, o francês Romain Grosjean, sofreu forte acidente no domingo passado neste mesmo circuito e sofreu queimaduras nas duas mãos. Reserva, o brasileiro assumiu o cockpit. 

E, na avaliação da direção do time, não decepcionou. "O resultado combinado das duas sessões foi muito bom. O segundo treino livre foi positivo porque o mais importante para o Pietro foi dar mais voltas. Achei que ele se saiu muito bem nessa sessão. Espero que ele não esteja muito cansado agora por causa das altas demandas físicas. O Kevin (Magnussen) fez um bom dia também, ele estava com um ritmo consistente, enquanto se acostumava com o novo layout da pista. Agora vamos nos preparar bem para amanhã", comentou o chefe do time, Günther Steiner.

Tudo o que sabemos sobre:
HaasPietro FittipaldiFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.