Piloto da Marussia recebe alta e volta para a Espanha

Duas semanas e meia depois de sofrer um grave acidente durante um treino da Marussia e perder o olho direito, a piloto de testes Maria De Villota está de volta à sua casa, na Espanha. De acordo com nota divulgada pela equipe, a espanhola recebeu alta do Hospital de Cambridge na sexta-feira e em seguida embarcou para sua terra natal.

AE, Agência Estado

21 de julho de 2012 | 11h14

"Durante as últimas duas semanas, Maria teve uma melhora significativa. Um ambiente mais confortável e familiar, além do apoio da família e dos amigos, sem dúvida, vão proporcionar condições mais propicias para que Maria continue a sua recuperação", apontou a Marussia, agradecendo também o trabalho dos médicos que cuidam de sua piloto de testes.

"A Marussia - a direção, os pilotos Timo Glock e Charles Pic, e todos os membros da equipe - desejam a Maria sucesso neste próximo estágio de sua recuperação. A equipe vai continuar colaborando estreitamente com Maria e sua família e prestando toda a assistência possível durante os próximos meses", garantiu a equipe.

No acidente, o carro de Villota se colidiu com um caminhão de apoio da equipe. Ela passou por uma operação que começou numa tarde e terminou na manhã do outro dia. Ela foi tratada pelas equipes de cirurgia plástica e neurológica. De Villota é a primeira piloto a fazer parte da Fórmula 1 desde que a italiana Giovanna Amati pilotou um carro da equipe Brabham em 1992.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Maria De Villota

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.