Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Piloto da Stock Car morre em acidente na Rodovia Anhanguera, em Jundiaí

Vinícius Margiota, de 23 anos, trafegava pela contramão quando bateu de frente em um caminhão

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2019 | 11h59

O piloto Vinicius Margiota, de 23 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira em um acidente na Rodovia Anhanguera, em Jundiaí, interior de São Paulo. Participante da última temporadas da Stock Light, categoria de acesso à Stock Car, ele dirigia uma caminhonete que trafegava pela contramão e bateu de frente em um caminhão em uma das alças de acesso da estrada com a Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto.

Segundo informações do 4° Batalhão de Polícia Rodoviária, que fez o atendimento do acidente, a batida foi às 3h23 da manhã. Margiota conduzia em alta velocidade, sem estar com outros passageiros na caminhonete e morreu no local da batida, antes mesmo do socorro. O motorista do caminhão também estava sozinho no veículo e nada sofreu.

Margiota era natural de Piracicaba (SP) e estreou na Stock Light em 2018. Pela categoria, ele competiu por duas equipes e teve como melhores resultados dois segundos lugares nas etapas de Velo Città, em Mogi Guaçu, e em Londrina (PR). Antes disso, ele havia sido campeão da Sprint Race em 2016. Em 2019, ele havia deixado a Stock e trabalhava para dar continuidade na carreira como piloto.

A Vicar, promotora da Stock Car e Stock Light, lamentou em nota oficial o acidente e promete realizar na próxima etapa, em 5 de maio, em Velo Città, um minuto de silêncio em homenagem ao competidor. "Toda a comunidade envolvida com a Stock Car lamenta profundamente a perda deste jovem companheiro de pista", diz a nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.