Divulgação
Divulgação

Piloto mulher prepara estreia na Fórmula Truck e busca adaptação

Michelle de Jesus tenta suprir pouca experiência com caminhão com treinos antes da temporada

O Estado de S. Paulo

11 de março de 2014 | 15h38

SÃO PAULO - A temporada de Fórmula Truck terá representante feminina. No mundo dos automóveis desde pequena, Michelle de Jesus encara em 2014 um novo desafio: disputar a categoria. A piloto estreia na 2ª etapa da temporada, que será em Curitiba, no dia 13 de abril, com o Volvo da ABF Competições. Antes disso, fará um treino para se adaptar ao caminhão.

Após sagrar-se vice-campeã paulista de Marcas em 2010, Michelle disputou algumas provas da Copa Petrobras de Marcas e, agora, encara novamente o desafio de disputar um campeonato nacional completo. Em 2012, ficou em sexto lugar no Mercedes-Benz Grand Challenge - categoria que fazia parte do circo da GT Brasil - e, em 2013, conquistou diversos pódios no Mitsubishi Lancer Cup.

Além disso, a piloto de Jundiaí traz no currículo algumas experiências internacionais, como a etapa da Euro Nascar que disputou no ano passado no circuito de Dijon-Prenois, na França. Agora, tem pela frente o maior desafio da carreira. "Vou ter que começar praticamente do zero. O caminhão da Fórmula Truck é totalmente diferente de tudo que já pilotei. Será o carro de corrida mais pesado, mais potente e mais desafiador que terei nas mãos", projeta a piloto.

Michelle teve um primeiro contato com o veículo no final de 2013, no Autódromo de Curitiba. "Dei algumas voltas, apenas para conhecer o caminhão, e gostei muito. Agora, terei um treino completo, onde poderei acelerar de verdade", comemora.

Em termos de projeções, Michelle é comedida. "Não tenho como prever nada. Se andarei entre os primeiros colocados logo na primeira temporada será consequência de todo o trabalho e da minha adaptação ao caminhão, à equipe e ao campeonato. Mas espero ‘pegar a mão’ logo. Afinal, todo piloto coloca pressão sobre si mesmo e quer andar na frente o quanto antes", argumenta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.