Pilotos brasileiros criticam Ferrari

A marmelada do GP da Áustria de Fórmula 1 repercutiu mal no autódromo de Brasília, onde neste domingo foi realizada a segunda etapa da F-Renault brasileira. A garotada que corre na categoria classificou a decisão da Ferrari de tirar a vitória de Rubens Barrichello como "palhaçada??. Quem já viveu o ambiente da F-1 também condenou a atitude, embora em tom mais ameno. E quase todos se mostraram solidários com Rubinho. "Ficou feio para a F-1??, disse o piloto Tarso Marques. "E para o Michael Schumacher também. Ele é que saiu humilhado. Nunca vi alguém ganhar uma corrida e ser vaiado??, acrescentou. "A Ferrari perdeu, o Schumacher perdeu, a F-1 perdeu??, comentou o mineiro Igor Ciampi, que disputa a F-Renault. "Só o Rubinho ganhou.? O piloto Marcos Gomes completou. ?Ele (Barrichello) foi injustiçado, mas deve sentir-se honrado pelo grande trabalho que realizou.?? Para Ciampi, o maior castigo para a Ferrari foi o repúdio imediato dos torcedores presentes ao circuito de A1-Ring. "Essa vaia inédita mostra que o público fez seu julgamento, e condenou a Ferrari.?? Pedro Paulo Diniz, que disputou seis temporadas na F-1, procurou ser mais compreensivo. "É preciso ver os dois lados da coisa. A Ferrari quer fazer o Schumacher ganhar novamente e não pode arriscar. E o Rubinho foi muito profissional.?? Promotor da F-Renault no Brasil, Diniz lembra que passou por situação semelhante na F-1, quando foi companheiro de Damon Hill na Arrows. "Teve corrida em que estava na frente dele e fui obrigado a deixá-lo passar. É algo muito difícil, mas na F-1 há muitos interesses em jogo. Rubinho deve estar muito triste.?? Para ele, a imagem de Barrichello não sairá arranhada do episódio. "O que importa é que ele provou que pode ganhar corridas.?? Tarso Marques tem a mesma opinião. "Rubinho mostrou que tem condições de ganhar corridas. Aliás, neste domingo ele ganhou. E o Schumacher perdeu, até porque não precisa desse tipo de coisa. Eu teria vergonha de ganhar uma corrida desse jeito.?? Marques viu um aspecto positivo para Barrichello em tudo o que aconteceu na Áustria. "Como o Schumacher vai ser campeão com muita antedência, a Ferrari vai trabalhar para que Rubinho ganhe algumas corridas no final da temporada. Ele trocou uma vitória por umas cinco.?? Nelson Ângelo Piquet foi um dos poucos que viu prejuízos para Rubinho. "Ele foi humilhado pela Ferrari. Esse tipo de coisa não faz nenhum bem para o automobilismo. A F-1 deu um péssimo exemplo para o mundo." Se o filho teve a coragem de dizer o que pensa, o pai, Nelson Piquet - que normalmente demonstra grande prazer em atacar Rubinho - fugiu do assunto. Com indisfarçável má vontade, apelou para uma desculpa pouco convincente em vez de admitir que não queria dar sua opinião. "Não vi a corrida. Acordei depois da prova."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.