Ben Curtis/AP
Ben Curtis/AP

Pilotos dizem que novas regras tiraram emoção da F-1

'Ultrapassar é quase impossível, a menos que alguém cometa um erro', diz Schumacher

AE, Agência Estado

15 de março de 2010 | 11h49

Os principais pilotos admitiram após o GP do Bahrein que o novo regulamento da Fórmula 1 deve deixar as provas da temporada 2010 mais tediosas. Para este campeonato, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu proibir o reabastecimento.

Veja também:

linkCORRIDA - Leia como foi a vitória de Fernando Alonso no GP do Bahrein de F-1

\"especial\" CALENDÁRIO - Todas as etapas de 2010

mais imagens GALERIA - Mais imagens da corrida

blog LIVIO - F-1, viagens e tecnologia

A prova foi vencida pelo espanhol Fernando Alonso, que ultrapassou o brasileiro Felipe Massa, assumindo o segundo lugar. Depois, o piloto espanhol contou com os problemas no motor do alemão Sebastian Vettel para assumir a liderança no Bahrein.

"Ultrapassar é quase impossível, a menos que alguém cometa um erro", disse Michael Schumacher, após a prova que marcou o seu retorno à Fórmula 1. "Isto é o que vamos ter com esse tipo de tática", completou o alemão, que terminou em sexto e largou da sétima colocação.

O inglês Lewis Hamilton terminou na terceira colocação, atrás de Massa. Ele aproveitou os problemas de Vettel e antes havia superado Nico Rosberg. "Será um desafio diferente. O certo é que a competição não será tão excitante quando havia reabastecimentos", indicou.

Massa acredita que as provas deverão ser praticamente definidas no treino de classificação e nos pit stops. "É óbvio que a classificação e as largadas serão provavelmente os dois elementos decisivos neste ano. Se pode dizer que depois da primeira curva as posições estão definidas", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.