Pilotos vêem fim da ?Era Schumacher?

Tudo indica que o colombiano Juan Pablo Montoya, o britânico Jenson Button e o chefe da Renault, Flavio Briatore perderam o respeito em relação ao heptacampeão mundial Michael Schumacher e à Ferrari. Ás vésperas do GP da Malásia - a segunda prova da temporada e que será disputada neste final de semana no circuito de Sepang - eles acreditam em uma mudança radical nos rumos da Fórmula 1 a partir desta temporada.Em reportagem publicada nesta terça-feira no diário alemão ?Bild?, Montoya foi contundente. "A sorte da Ferrari se esgotou. Michael já não é mais imbatível?, disse o piloto da McLaren-Mercedes, sexto colocado no GP da Austrália, na abertura da temporada, prova vencida pelo italiano Giancarlo Fisichella (Renault).O inglês Jenson Button, da BAR, foi ainda mais longe. ?A Ferrari está ladeira abaixo. Já não tem o mesmo nível de outros tempos. A Era Schumacher acabou?, decretou ele. O chefe da Renault, Flavio Briatore também acha que o alemão já não mete mais medo e faz uma aposta: acha que seu equipe ganha mais uma. "Austrália foi só o começo. Necessitamos uma nova estrela", afirmou.Indiferente, Schumacher acha que o fato de não ter marcado pontos na prova de estréia (abandonou em Malbourne) não chega a ser algo preocupante. ?Quem quiser ver problema nisso que veja. Eu, de minha parte, não vejo nenhum. Na Malásia as cartas serão colocadas na mesa outra vez e tenho certeza que nos sairemos bem?, disse o alemão em sua página na internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.