Jan Woitas/EFE
Jan Woitas/EFE

'Piquet tem muito a aprender como pessoa', diz Rubinho

Piloto da Brawn GP critica o tricampeão mundial de F-1 após a demissão do filho Nelsinho da Renault

AE, Agência Estado

20 de agosto de 2009 | 15h48

VALÊNCIA - Rubens Barrichello, da Brawn GP, não poupou a família Piquet de críticas nesta quinta-feira, em Valência, ao ser lembrado pelos jornalistas de que será o único brasileiro no grid do GP da Europa de Fórmula 1, no próximo domingo, na Espanha.

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial

especial Confira o calendário da temporada

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

forum BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

O piloto fez uma crítica direta ao caráter de Nelson Piquet, tricampeão mundial de Fórmula 1, e ao mesmo tempo colocou em xeque a qualidade de Nelsinho Piquet, filho do ex-corredor, como piloto.

"Ele [Nelsinho] mostrou que tem o coração bom e não teve a chance ideal [na Renault]. Em poucas palavras, o Nelsão foi um grande piloto e tem muito o que aprender como pessoa. Com o Nelsinho é o contrário", afirmou Rubens Barrichello, que antes ressaltou a pressão que Nelsinho enfrenta por ter um pai vencedor na F-1.

"É difícil ter um pai tricampeão. Não sei como foi feito o contrato [com a Renault]. Ser mandado embora no meio de uma temporada não é bom para a carreira dele. Mas existem três times novos e ele tem a chance de refazer a sua carreira [na F-1 de 2010]", analisou Rubinho.

Barrichello correrá "sozinho" como brasileiro porque Felipe Massa, da Ferrari, foi vetado da prova pelos médicos por causa do grave acidente sofrido no GP da Hungria, enquanto Nelsinho Piquet foi demitido pela Renault após a corrida húngara.

"Eu diria que os momentos solitários vão ser no briefing, onde os três ficam sentados juntos, mesmo sabendo que tanto Nelsinho quanto o Felipe estão bem e estarão guiando daqui a pouco. A única coisa ruim é isso. Na pista, é fechar a viseira e fazer o melhor possível", comentou Barrichello.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.