Pirelli define opções de pneus para os GPs do Bahrein e da China

Após anunciar os pneus que as equipes terão à disposição no GP da Austrália, na abertura da temporada 2016 da Fórmula 1, a Pirelli definiu e divulgou nesta quinta-feira quais serão os compostos fornecidos para as duas provas seguintes, no Bahrein e na China, ambas apenas em abril, nos dias 3 e 17, respectivamente.

Estadão Conteúdo

17 de dezembro de 2015 | 13h53

A fornecedora de pneus da Fórmula 1 definiu que levará os compostos médios (com uma marcação branca), macios (amarela) e supermacio (vermelha) para as corridas. Além disso, a Pirelli determinou que um jogo médio e outro macio precisarão ser usados durante a corrida.

Para a terceira fase do treino de classificação, a Pirelli selecionou um jogo supermarcio. De acordo com o regulamento de 2016, cada piloto deve guardar um jogo do composto mais macio entre os selecionados para o Q3. E esse jogo será devolvido para a Pirelli após o Q3 por aqueles que participarem dessa fase do treino, enquanto os demais pilotos poderão mantê-lo para a corrida.

A escolha dos compostos médios, macios e supermacios repete a definição da Pirelli para o GP da Austrália. Assim, os pneus ultramacios e duros estão de fora das três primeiras provas da temporada 2016 da Fórmula 1.

O uso do restante dos jogos de pneus é livre para as equipes, até que seja atingido o limite de 13 para todo o fim de semana. Porém, os times deverão definir suas escolhas ainda em dezembro, antes mesmo da realização dos testes da pré-temporada.

A definição precoce dos pneus faz parte do novo regulamento da Fórmula 1. Pelas regras aprovadas recentemente pela FIA, a Pirelli deve anunciar com antecedência de 14 semanas os pneus disponíveis para as corridas que serão disputadas fora da Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.