Pirelli define pneus para mais 4 provas e faz opção agressiva para o GP da Itália

Às vésperas da disputa do GP da Áustria, que será disputado no próximo domingo, a Pirelli anunciou nesta quinta-feira os pneus escolhidos para as quatro provas seguintes: os GPs da Inglaterra, da Hungria, da Bélgica e da Itália. As opções seguem a linha adotada no ano passado, com exceção da prova no circuito de Monza, para o qual a fabricante de pneus decidiu adotar uma aposta mais agressiva.

Estadão Conteúdo

18 de junho de 2015 | 12h02

Para o GP da Itália, marcado para o dia 6 de setembro, a Pirelli vai ceder os pneus médios e macios, ao contrário da combinação adotada no ano passado, quando os compostos utilizados foram os médios e duros. "Nesta pista, os dois pneus escolhidos abrem possibilidades interessantes para a estratégia de corrida", afirmou a Pirelli.

No GP da Inglaterra, em 5 de julho, os pilotos terão à disposição os pneus duros e médios. A opção se deu por Silverstone ser "um circuito rápido e fluido, onde muita energia é aplicada sobre os pneus".

Nos GPs da Hungria, em 26 de julho, e da Bélgica, em 23 de agosto, a Pirelli vai fornecer os pneus médio e macio. "O clima pode ser muito quente em Hungaroring, então os pneus selecionados oferecerão resistência à degradação térmica. Spa tem a volta mais longa do ano, onde os compostos médios e macios permitem uma performance consistente", explicou a Pirelli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.