Pirelli define pneus para provas finais da F1 e GP do Brasil terá médios e macios

A Pirelli anunciou oficialmente nesta terça-feira que definiu as escolhas de pneus para as últimas quatro provas da temporada da Fórmula 1, que voltará a ter uma corrida no próximo dia 25, em Austin, nos Estados Unidos. Para esta prova, a fornecedora única de compostos da categoria informou que serão disponibilizados os médios e macios.

Estadão Conteúdo

13 de outubro de 2015 | 11h24

Estes dois tipos de pneus também foram escolhidos para as provas que ocorrerão no México e no Brasil, respectivamente nos dias 1º e 15 de novembro. Entre 13 e 15 de novembro, por sinal, o circuito de Interlagos será palco do penúltimo final de semana de corrida desta temporada, que depois será fechada com o GP de Abu Dabi, em

29 de novembro.

Ao justificar a escolha adotada para a prova realizada em São Paulo, a Pirelli ressaltou, por meio de comunicado, que a mesma "deve proporcionar uma ampla gama de opções de estratégias e entre dois e três pit stops para cada piloto". "O clima em São Paulo deve ser tão quente no fim de semana da corrida quanto foi na temporada passada", completou a fornecedora de pneus, que no ano passado já havia escolhido essa mesma combinação de compostos para a etapa brasileira do calendário da F1.

Já para a corrida de Abu Dabi serão disponibilizados os pneus macios e supermacios, a mesma seleção adotada para a edição passada da prova realizada na capital dos Emirados Árabes Unidos, onde o circo da F1 deverá chegar neste ano com o campeão mundial definido por antecipação, pois Lewis Hamilton tem chances matemáticas de faturar seu terceiro título na categoria já no GP do México.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do BrasilPirellipneus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.