Pirelli muda pneus e prevê três pit stops no Bahrein

As críticas de algumas equipes e pilotos aos pneus macios no GP da China, disputado no último domingo, por causa da baixa durabilidade, levou a Pirelli a mudar a alocação dos compostos para o GP do Bahrein, que será disputado neste fim de semana. Assim, a fornecedora desistiu de utilizar os pneus macios na prova no circuito de Sakhir.

AE, Agência Estado

16 de abril de 2013 | 10h40

Com essa decisão, as equipes terão à disposição os pneus médios e duros neste fim de semana. Mesmo assim, a Pirelli acredita que os pilotos farão três pit stops na prova. "É uma das pistas mais exigentes do ano para os pneus, principalmente por causa do ambiente e da pista, com altas temperaturas. Esperamos cerca de três paradas por carro, embora nós tenhamos que esperar até sexta-feira para que possamos olhar os dados e fazer uma previsão mais precisa", disse Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli.

O dirigente avaliou quais são as dificuldades que as equipes vão enfrentar com os pneus no GP do Bahrein. "Um dos principais desafios da corrida no Bahrein é a dificuldade de se prever a evolução da pista, dependendo da quantidade de areia que for soprada para o circuito. Pelo que vimos no ano passado, porém, não haverá muito espaço para estratégias de corrida diferentes, o que pode até permitir que os pilotos que não se classificarem bem, possam se recuperar durante o GP", avaliou.

No ano passado, com pneus macios e médios, o GP do Bahrein foi vencido pelo alemão Sebastian Vettel, da Red Bull. A prova deste domingo será a quarta da temporada 2013 da Fórmula 1, liderada pelo atual tricampeão mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.