Pirelli seguirá como fornecedora de pneus da F1 em 2014

A Pirelli continuará sendo a fornecedora única de pneus para as equipes da Fórmula 1 na temporada 2014. A confirmação foi realizada nesta sexta-feira na reunião do Conselho Mundial da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) em Dubrovnik, na Croácia. O atual contrato com empresa italiana se encerraria no final deste ano.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 14h45

"A fim de cobrir o período de transição, e considerando os contratos já assinados pela FOM (Formula One Management) e as as equipes com a Pirelli, o WMSC (Conselho Mundial da FIA) confirmou hoje que a Pirelli vai continuar fornecendo pneus para os participantes do Mundial de Fórmula 1", disse a FIA, em comunicado divulgado após a reunião.

Nesta temporada, a Pirelli foi alvo de intensas críticas em razão dos problemas com os pneus em várias corridas, especialmente no GP da Inglaterra, em que vários deles estouraram durante a prova no circuito de Silverstone. Isso provocou ações emergenciais, que incluíram a realização de testes e utilização de novos compostos.

Na nota oficial, a FIA revela que o novo Pacto de Concórdia fará com que no futuro seja realizada uma concorrência para definir qual será o fornecedor único de pneus da Fórmula 1 - anteriormente, a Michelin admitiu o desejo de retornar à categoria.

Além da confirmação da manutenção da Pirelli, a FIA revelou que além da concorrência para os pneus, pretende implementar no futuro um processo semelhante para o combustível. Se essa situação virar realidade, pode causar impacto relevante na Fórmula 1, pois várias equipes são patrocinadas por petroleiras, que também fornecem o combustível - o caso mais conhecido é o da Shell com a Ferrari.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FIAConselho MundialPirelli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.