Pirelli volta a adiar introdução de novos pneus na F1

A Pirelli divulgou comunicado oficial nesta quinta-feira para informar que voltou a adiar a introdução de um novo tipo de pneu, com modificações em sua construção em relação ao composto utilizado atualmente na Fórmula 1. Essa está longe de ser a primeira vez que a fornecedora única da categoria volta atrás em sua decisão de disponibilizar para as equipes um modelo reconstruído, que promete ter um desgaste menos severo do que o sofrido pelo atual.

AE, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 12h33

Pressionada por uma série de críticas por parte das escuderias, insatisfeitas com o desgaste excessivo dos pneus, a empresa italiana prometeu inicialmente fornecer um composto de maior durabilidade para o GP da Inglaterra, marcado para 30 de junho. Porém, depois de ser alvo de muitas reclamações após o GP de Barcelona, onde os pilotos fizeram até quatro pit stops para trocar pneus, a fornecedora avisou que daria um remodelado modelo para o GP do Canadá, disputado no último dia 9. Entretanto, só liberou o uso deste tipo de pneu nos dois primeiros treinos livres da prova canadense.

Agora, para justificar o novo adiamento, a Pirelli disse que a chuva não permitiu que os pilotos andassem um bom número de quilômetros com o novo composto, assim como alegou que as "equipes não chegaram a um acordo por unanimidade pela introdução dessas mudanças". "Ao invés de uma mudança no processo de produção de pneus, agora a delaminação passou a ser abordada", informou o comunicado desta quinta-feira.

Desta forma, a Pirelli informou que a construção do pneu permanecerá inalterada, contrariando os planos iniciais da própria empresa. E a fornecedora aproveitou o comunicado desta quinta para informar os tipos de compostos que serão disponibilizados para as três próximas corridas.

Para o GP da Inglaterra, no final deste mês, a Pirelli levará os duros e médios. Em seguida, no GP da Alemanha, marcado para 7 de julho, as equipes terão à disposição os médios e macios. E finalmente no GP da Hungria, em 28 de julho, os pilotos irão para a pista com os pneus duros e médios.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Pirellipneus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.