Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pista de Interlagos sem ondulações

Os pilotos estrangeiros vivem reclamando das ondulações da pista de Interlagos quando disputam o GP do Brasil de F-1. Mas André Sousa, piloto de Fórmula Renault que esteve nesta quinta-feira no circuito fazendo testes para a engenharia do evento (marcado para o dia 24), garante: "A pista está lisinha." A prefeitura de São Paulo gastou mais de R$ 4 milhões no recapeamento.André foi convidado pelos engenheiros do GP do Brasil para localizar os possíveis defeitos no asfalto. "Fizeram um bom trabalho principalmente no S do Senna, na Junção e no Laranjinha. Não tem mais problemas de ondulação, não", diz o piloto de 18 anos. "Um dos melhores exemplos é o S do Senna. Antes, na freada, o carro dava uns pulos naquela região. Isso não acontece mais."Segundo o piloto, que está em oitavo lugar na classificação da F-Renault, nenhum circuito no Brasil tem uma pista tão boa quanto a de Interlagos: "Eu já havia andado com um Fórmula 3 este ano, e as respostas foram muito boas. Nenhuma outra pista no Brasil tem esse asfalto, os pilotos da Fórmula 1 não vão ter do que reclamar." Se ele daria as dicas para os concorrentes dos brasileiros sobre a pista? "Sim, não teria problemas em contar sobre o asfalto. Se bem que preferia contar para os brasileiros. A minha torcida é para que o Rubinho ganhe sua primeira corrida no Brasil."Além de ter ajudado a engenharia do GP, André poderá se aproveitar da experiência na F-Renault, que terá uma prova na preliminar da F-1. "Achei excelente colaborar com o pessoal que está organizando o GP. Além disso, vou ter uma leve vantagem por já saber o que terei de fazer na prova, já que por causa da Fórmula 1 os treinos serão bem mais curtos do que são normalmente. Para ser sincero, isso não é muita coisa, porque Interlagos é uma das pistas mais conhecidas de todos os pilotos."Apesar de estar empolgado por correr com um público estimado em 70 mil pessoas, André considera que esta etapa da Fórmula Renault seja prejudicada por causa da Fórmula 1. "Só temos um treino na sexta, e sábado já é o classificatório para o grid", diz o piloto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.