Pizzonia é o mais rápido em Barcelona

Como vem ocorrendo desde o primeiro teste com a equipe Williams, o brasileiro Antonio Pizzonia está causando excelente impressão em Frank Williams e na Fórmula 1. Nesta sexta-feira, com o modelo do ano passado, o amazonense de 21 anos estabeleceu o melhor tempo no Circuito da Catalunha, a exemplo do que já havia feito dia 7, na estréia como piloto de testes.Pizzonia completou 74 voltas, sendo a melhor em 1m19s452. Já os titulares da Williams, Ralf Schumacher e Juan Pablo Montoya, começam a questionar a eficiência do novo carro, FW24, já em fase de testes. "Nosso chassi não é tão bom quanto eu esperava", falou o alemão.Do dia 7 até hoje, Pizzonia completou nada menos de 4 mil quilômetros de testes para a Williams, distância equivalente a 13 corridas de Fórmula 1. "Quando assinei com a equipe era isso o que queria", disse. Ele comentou estar consciente da importância do trabalho para sua formação técnica, mas admitiu que se trata de uma atividade cansativa. "Desejamos sempre desafiar nossos limites, mas ainda não pude vivenciar isso porque os engenheiros fazem outras exigências."Mesmo sem poder buscar o limite máximo do modelo FW23, de 2001, Pizzonia ficou em primeiro no treino desta sexta-feira. O espanhol Fernando Alonso, piloto de testes da Renault, marcou o segundo tempo, 1m20s029 (49 voltas), com o carro da Benetton do ano passado. O primeiro modelo 2002 no treino foi o da Renault, pilotado por Jarno Trulli, terceiro colocado, com 1m20s071 (30).Giancarlo Fisichella, com a nova Jordan, obteve 1m21s014 (25), sexto tempo. A Jaguar voltou a treinar, depois de rever a aerodinâmica da frente do R3, e Eddie Irvine ficou em sétimo e último, 1m22s078 (20).A partir de segunda-feira quase todos os times de Fórmula 1, à exceção da Ferrari, que apresenta seu modelo 2002 quarta-feira, em Maranello, estarão no circuito Ricardo Tormo, em Valência, para nova série de testes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.