Pizzonia pode herdar vaga na Williams

O piloto brasileiro Antonio Pizzonia disse nesta quarta-feira estar na expectativa pela confirmação ou não da contratação de Jenson Button como piloto da Williams para a próxima temporada. A decisão sobre o futuro do piloto inglês será conhecida ainda hoje, quando os advogados do Contract Recognition Board (CRB), grupo contratado pela FIA para o caso, comunicarem se o compromisso firmado entre o esportista e a equipe de Frank Williams tem validade.Na hipótese de Button ser obrigado a permanecer em sua atual equipe, a BAR, que contestou na Justiça a validade do contrato assinado, Pizzonia é o favorito para herdar a vaga de piloto da Williams. E teria por companheiro o australiano Mark Weber. "Estou ansioso para saber o resultado. Tenho uma grande chance de ser confirmado como piloto, caso o Button não possa correr pela Williams, mas nada ainda é certo", disse Pizzonia, atual piloto de testes da equipe inglesa. "Hoje, tenho mais experiência e tranqüilidade para correr uma temporada."Pizzonia falou de seu futuro durante uma entrevista na sede da Petrobrás, no Rio de Janeiro, fornecedora oficial de combustível da escuderia. Além dele, o piloto colombiano Juan Pablo Montoya esteve na estatal, mas se esquivou de perguntas sobre sua nova equipe em 2005, a McLaren. "Não conheço nada deles ainda. Somente posso falar dos quatro anos felizes que tive na Williams", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.