Divulgação
Divulgação

Pneus são as maiores dúvidas para o GP de Long Beach da Indy

Equipes não tem ideia sobre o que fazer com as opções que tem, em contraste com o tipo de pista e o calor

AP

15 de abril de 2009 | 11h50

Dan Wheldon acredita que as ruas de Long Beach, que recebem neste domingo a segunda etapa da Fórmula Indy (16h30 de Brasília, com BandSports) serão bastante difíceis para correr. O que incomoda o piloto - e é motivo de debate com outros - é qual a melhor combinação de pneus neste ano para os 3,2 quilômetros e 11 curvas da pista.

Veja também:

tabela F-Indy: calendário e horários das 17 etapas

Após os pilotos usarem estratégias diferentes na corrida de abertura (GP de São Petersburgo), Wheldon e outros passaram a últimas semana estão estudando o que fazer. "Eu queria que o caminho fosse o que usamos lá", diz. "Mas, certamente com a experiência que temos agora, nós provavelmente teremos pouco a mudar para Long Beach."

É exatamente esta confusão o que os dirigentes da Indy tinham a esperança de que acontecesse após instituírem novos tipos de pneus na categoria, como acontece na Fórmula 1. A Firestone, fornecedora da categoria, fez dois tipos de compostos para a corrida: o duro, todo preto, e o novo, macio, identificado com uma tarja vermelha com a intenção de garantir mais aderência e aumentar as chances de ultrapassagens. Os pilotos tem de usar ambos no fim de semana, com jogos limitados.

Esta será a primeira vez que a IndyCar terá uma prova oficialmente em Long Beach desde a metade dos anos 90. Muitas das equipes já estiveram lá pela extinta Champ Car e outros pilotos, como Wheldon, competiram em suas ruas em outras categorias. Agora, todas as equipes estão quebrando a cabeça para achar a melhor combinação após um fim de semana que mais produziu dúvidas do que respostas.

O exemplo: Justin começou a corrida com os pneus de faixa vermelha e liderou mais voltas, mas terminou em terceiro. Ryan Briscoe disse que os pneus vermelhos pareciam fornecer uma performance mais consistente, mas ele andou melhor com os pneus duros. Mas não vê uma linha clara para se decidir.

"Tenho a opção dos pneus mas as temperaturas altas nos dificultam bastante tanto na classificação quando na corrida", diz Wilson. "Nós temos um trabalho muito difícil". Como vai ser em Long beach? Ninguém se arrisca a um palpite porque a categoria não treinou lá. Long Beach é uma pista longa com três curvas curtas, incluindo um dramático cotovelo (hairpin) no final da volta.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula Indy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.