Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Pole, Button diz que Barrichello 'tem a mão da pista'

Inglês descarta evolução do carro, mas admite correr em Montecarlo já pensando no campeonato

23 de maio de 2009 | 11h46

MONTECARLO - Pole position em Mônaco pela primeira vez na carreira, Jenson Button reconheceu na entrevista coletiva após a classificação em Montecarlo, neste sábado, que Rubens Barrichello vem sendo seu grande adversário no final de semana no Principado. "Foi uma luta realmente acirrada. Em todo o fim de semana, lutei com Rubens [Barrichello] e ele, definitivamente, tem a mão da pista e estava melhor do que eu", disse o inglês.

Veja também:

linkBarrichello se diz surpreso com a pole de Button

linkLíder do campeonato, Button fica com a pole

Button também ressaltou a força das rivais. "A McLaren esteve na luta, a Ferrari também, assim como as Red Bull. Está sendo um fim de semana interessante", disse. "A classificação não foi diferente, foi alucinante, e foi ótimo sair dela com a pole."

O inglês também destacou a evolução do carro da Brawn, sobretudo durante a classificação. "Parece que foi tudo perfeito, vendo por fora, mas o Q1 foi complicado. Não sabíamos onde estávamos, mas melhoramos em todo o fim de semana, e isso é o ponto alto do carro."

Apesar de largar na frente, Button mantém o discurso "politicamente correto". "Não será fácil. É difícil de ultrapassar, aqui. É um sentimento fantástico que estou sentindo, com a maneira que as coisas estão acontecendo neste ano. Espero ter um bom dia amanhã [domingo]."

Cauteloso, o inglês admite já começar a pensar em correr visando o campeonato. "Você aproveita o momento, mas é estranho, pois é mais estressante do que parece [liderar a tabela]. Você quer continuar nessa posição, obviamente, e preciso somar pontos neste momento."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.