Polêmica não evita uso do Hans na F-1

Além da mudança das regras, outra polêmica tomou conta da Fórmula 1 neste início da temporada: a obrigatoriedade do uso do Hans (Head and Neck Support Systems), equipamento destinado a proteger a coluna, pescoço e cabeça do piloto em caso de acidente. O objetivo foi aumentar a segurança dos corredores. No entanto, a maior parte dos 20 pilotos que disputam o Mundial reclamou bastante do Hans, alegando que, além do desconforto, causa dores. Foi quase uma revolta, sufocada rapidamente pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), que há cerca de duas semanas, percebendo que a "rebelião" poderia ganhar força, foi curta e grossa: avisou que o piloto que não se adaptasse ao Hans deveria ser substituído por sua equipe.Leia mais no O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.