Matt Slocum/AP
Matt Slocum/AP

Power faz a pole na etapa de Pocono e chega a marca histórica na carreira

Essa foi a 53ª pole do australiano na carreira

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2018 | 22h40

Vencedor da etapa de Pocono da Fórmula Indy nos últimos dois anos, o piloto australiano Will Power mostrou que conhece o caminho para ter êxito no circuito oval ao garantir, neste sábado, a pole position para a corrida. O seu companheiro de equipe, o norte-americano Josef Newgarden, chegou em segundo, confirmando a dobradinha da Penske.

Foi a terceira pole de Power do ano e a 53ª da carreira do australiano, o que o igualou a AJ Foyt como o segundo maior piloto da Indy em número de poles. A dupla perde apenas para Mario Andretti, que tem 67.

"Muito legal ficar na frente e em segundo entre os recordistas de poles ao lado de AJ Foyt, uma lenda dessas. Não poderia imaginar isso na minha carreira. Estou na lua. Mas, enfim, estou na frente para a corrida de amanhã [domingo] e é disso que precisávamos para voltar para o campeonato", disse Power.

Os norte-americanos Alexander Rossi e Ryan Hunter-Reay chegaram em terceiro e quarto lugares, seguidos pelo francês Simon Pagenaud, pelo canadense Robert Wickens e pelo americano Zach Veach, este que surpreendeu ao ser o mais rápido no treino livre pela manhã e chegou a ficar mais da metade da sessão na liderança da tabela de tempos.

O líder do campeonato, o neozelandês Scott Dixon, decepcionou. Ele foi o último a entrar na pista para sua tentativa e ficou com o 13º tempo.

Os brasileiros não tiveram bom desempenho. Tony Kanaan, com a 14ª posição, foi o melhor colocado. Pietro Fittipaldi, que corre pela primeira vez em um circuito oval depois de se recuperar de um acidente que o fez lesionar a perna, largará na 17ª posição. Matheus Leist será o 20º colocado.

A etapa de Pocono tem a largada prevista para acontecer às 15 horas (de Brasília) deste domingo. Depois, restarão apenas quatro corridas para o final da temporada da Indy de 2018.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fórmula IndyWill Power

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.