Preços em Interlagos assustam torcida

Os torcedores que forem ao autódromo de Interlagos nesse fim de semana devem estar preparados para desembolsar uma boa quantia em dinheiro para alimentação. O sanduíche mais barato, um hambúrguer (pão e carne), não sai por menos de R$ 1,50, um pouco mais caro do que um copo de água, que sai por R$ 1,00. Quem quiser algo mais sofisticado terá de desembolsar muito mais dinheiro. Um espeto de carne, frango ou lingüiça, ou ainda um hambúrguer com mais ingredientes, custa R$ 4,00. Um refrigerante não sai por menos de R$ 2,00, mesmo preço da lata de cerveja.Mas, esses não são os itens mais caros. Uma camiseta oficial do Grande Prêmio não sai por menos de R$ 30,00 e o boné, o mais barato, R$ 25,00. Quem, no entanto, quiser uma camisa oficial da Ferrari terá de desembolsar R$ 110,00. O boné da equipe italiana custa R$ 50,00.Mas também existem os itens que devem ser trazidos de casa. Segundo o diretor médico do Grande Prêmio Brasil, Dino Altman, a recomendação é para que o torcedor não deixe de usar, caso faça sol, boné, protetor solar, roupas leves que cubram o corpo, além de beber muita água. Os cuidados evitarão queimaduras de pele ou desidratação. No caso de chuva, o indicado é uma capa de plástico para evitar que o corpo fique molhado por muito tempo, o que pode acabar resultar em gripe ou pneumonia.Os organizadores da corrida também fazem suas recomendações. Embalagens de isopor, foguetes, objetos cortantes ou que possam causar ferimentos não serão permitidos. Outros itens que não serão admitidos são mastros de bandeiras (o torcedor poderá levar apenas a parte de pano) e garrafas.Outros pedidos dos organizadores são para que os torcedores usem os bolsões de estacionamento e os serviços de ônibus para chegarem a Interlagos, evitando trafegar com carros nas áreas próximas ao autódromo. A previsão é de que no domingo, dia mais concorrido, cerca de 80 mil pessoas estejam no autódromo, entre trabalhadores e torcedores, o que aumenta consideravelmente a probabilidade de problemas de congestionamento nas ruas que dão acesso ao local onde será realizado o Grande Prêmio Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.