'Preocupado', Montezemolo pede evolução da Ferrari

A vitória de Fernando Alonso no GP da Europa, no último domingo, em Valência, e a liderança do espanhol no Mundial de Pilotos, com 111 pontos, não foram suficientes para tranquilizar o presidente da escuderia, Luca di Montezemolo. O dirigente se disse preocupado com as próximas etapas e pediu que os funcionários trabalhem duro para melhorar o carro.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2012 | 13h39

"Estou preocupado e todos vocês deveriam estar. Precisamos fazer mais", declarou. "Estou preocupado porque espero três corridas muito difíceis (Grã-Bretanha, Alemanha e Hungria) e porque vimos que a Red Bull está muito forte. Se quisermos alcançar nossos objetivos precisamos dar um passo à frente", completou.

Montezemolo, no entanto, reconhece os méritos da Ferrari, principalmente de Fernando Alonso. O espanhol conseguiu sua segunda vitória na temporada e abriu 20 pontos sobre o segundo colocado do Mundial, Mark Webber, mesmo com um carro desacreditado no início do ano. O presidente também fez questão de exaltar seus funcionários.

"É graças ao trabalho de vocês, a um extraordinário piloto que, não por coincidência, pilota pela Ferrari, à estratégia, os pit stops e esforços de cada um na pista e na sede, que estamos na liderança do campeonato, mesmo não tendo o melhor carro", admitiu.

Para continuar nesta posição, o dirigente pediu que todos continuem se esforçando. "Agora precisamos nos assegurar que faremos o melhor possível, porque a vitória depende exclusivamente de nós. Seria um grande erro achar que a vitória de Valência significa que fizemos o suficiente. Temos um carro competitivo, mas para vencer, precisamos fazer mais", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariLuca di Montezemolo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.