David Ebener/EFE
David Ebener/EFE

Presidente da Ferrari garante 'total confiança' em Massa

Futuro do piloto brasileiro na escuderia é incerto

AE, Agência Estado

10 de julho de 2013 | 17h25

MARANELLO - O futuro de Felipe Massa na Ferrari ainda é um mistério. Amargando uma temporada cheia de problemas e acidentes consecutivos pela equipe italiana, o brasileiro não sabe se terá o seu contrato com a equipe renovado para a próxima temporada da Fórmula 1. Porém, nesta quinta-feira o presidente da montadora, Luca di Montezemolo, destacou ter "total confiança" no piloto, que no último domingo admitiu que cometeu um erro ao rodar na quarta volta do GP da Alemanha e abandonar a prova.

Massa foi nesta quinta-feira até Maranello, onde participa dos trabalhos que a Ferrari promove em seu simulador e também onde a escuderia promete "estabelecer o seu programa de desenvolvimento a curto prazo", conforme definiu em seu site oficial.

Mas, apesar do clima de incerteza que paira sobre Massa, Montezemolo enfatizou nesta quinta-feira: "Felipe é totalmente consciente de que pode contar com todo nosso apoio e tem total confiança da Ferrari".

Já ao falar sobre o futuro de Massa, o dirigente preferiu projetar os próximos desafios do brasileiro apenas para este ano. "Espero que logo conquiste resultados que mostrem plenamente o seu talento, como as grandes largadas que fez nas últimas corridas. O futuro? Falaremos disso mais adiante, não há pressa", ressaltou ao site da Ferrari.

Massa, por sua vez, se mostrou empolgado com o apoio dado por Montezemolo nesta quinta. "Passei um dia em Maranello para trabalhar no simulador, como é habitual durante a temporada. Gostei muito de poder me reunir com o presidente. Sua paixão e sua vontade de ganhar são contagiosas e estimulantes", disse o brasileiro.

Depois de nove corridas disputadas neste ano, Massa soma apenas 57 pontos, enquanto Fernando Alonso, seu companheiro de equipe, já contabiliza 123. O brasileiro tem contrato com a Ferrari até o final do ano e agora projeta uma reação na temporada para ter chances de renovar o seu compromisso com a equipe. Ele figura hoje na sétima posição do Mundial. O espanhol é o vice-líder com a escuderia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.