Presidente da Ferrari mostra otimismo para próximo ano

A Ferrari decepcionou na última temporada da Fórmula 1, ficando longe da luta pelas vitórias e da disputa do título. No final, terminou o campeonato em terceiro lugar, atrás da campeã Red Bull e da McLaren. Mas o presidente da escuderia italiana, Luca di Montezemolo, tratou de mostrar otimismo para o ano que vem, dizendo acreditar que a equipe voltará a andar na frente.

AE, Agência Estado

18 de dezembro de 2011 | 15h56

"Não ficamos contentes com o que aconteceu neste ano e temos um grande desejo de nos redimir, mas os resultados não chegam sozinhos. Precisamos do trabalho duro de cada um de vocês", discursou Montezemolo, no tradicional encontro pré-Natal com os funcionários da equipe na fábrica da Ferrari, em Maranello, na Itália. "Todos as peças estão no lugar para voltarmos a vencer."

Montezemolo explicou também que tem razão de ser otimista para a próxima temporada, porque vê "a concentração e a dedicação" com que os funcionários da Ferrari estão trabalhando. "O trabalho está sendo feito em todas as áreas para que possamos melhorar. Desde o desenho do novo carro até o desenvolvimento no simulador. Desde as paradas nos boxes até as largadas", afirmou.

Ele ainda comentou sobre os dois pilotos da equipe, que foram mantidos juntos pela terceira temporada seguida. Enquanto elogiou muito o desempenho do espanhol Fernando Alonso, que somou 257 pontos no último campeonato, Montezemolo ressaltou que Felipe Massa precisa se recuperar em 2012 - o brasileiro conseguiu fazer apenas 118 pontos durante a disputa da Fórmula 1 em 2011.

"Fernando teve uma temporada fantástica, mesmo não tendo um carro tão competitivo. E ele nos deixou muito felizes em Silverstone, com uma vitória emblemática", disse Montezemolo, lembrando da única vitória da Ferrari na temporada. "Felipe sabe que o próximo ano é muito importante para ele, mas também temos que entregar para ele um carro competitivo", completou o dirigente italiano.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Ferrari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.