Presidente da Ferrari provoca McLaren e Lewis Hamilton

'Há muito de nossa escuderia dentro do carro dele', afirma Luca Cordero di Montezemolo

Efe,

01 de outubro de 2007 | 16h49

O presidente da Ferrari, Luca Cordero di Montezemolo, alfinetou nesta segunda-feira a McLaren ao dizer que o inglês Lewis Hamilton será campeão com uma ajudinha italiana.   Veja também:  Classificação do Mundial  Leia mais no Blog do Lívio   Montezemolo disse isso em referência ao escândalo de espionagem, em que o time inglês foi punido pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) por utilizar documentos secretos da Ferrari na confecção de seus carros.   "Se Hamilton ganhar o Mundial, este também será da Ferrari, pois dentro do carro dele há muito de nossa equipe", disse o presidente durante participação em evento com empresários romanos.   O dirigente também falou da corrida do último domingo, em que a Ferrari atrasou na troca dos pneus por não ter sido informada pelos comissários de Monte Fuji. "Espero receber as desculpas, pois sei que cometeram um erro e nos prejudicaram."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariMcLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.