Prost voltará a usar motor Peugeot

Por mais incrível que possa parecer, a Prost pode voltar a competir com os motores Peugeot. A empresa francesa vendeu toda a sua estrutura para uma empresa de capital notadamente japonês, a Asiatech, que este ano fornece os motores para a Arrows. Como já foi anunciado que a Asiatech não prosseguirá com a parceria e a Prost tem problemas de caixa, os rumores são de que, a partir de 2002, a organização dirigida por Prost terá os ex-motores Peugeot.Enrique Scalabroni, diretor-técnico da companhia, já adiantou que o V-10 será completamente novo. A Prost pagará até o fim do ano para a Ferrari cerca de US$ 25 milhões pelo uso do seu motor e câmbio. Essa seria a economia da equipe, já que a Asiatech não cobra pelo seu V-10. A Arrows deve competir com a atual versão do motor Ford, da Jaguar.Rendição - Para Alain Prost não existe outro piloto melhor que Michael Schumacher para quebrar o seu recorde de vitórias na F-1. O francês, quatro vezes campeão do mundo, venceu 51 vezes na F-1 e o alemão já soma 49 vitórias. "Ninguém vence mais de 50 corridas do Mundial se não for bom. E ele é o melhor hoje e um dos maiores de todos os tempos", afirmou.Freada - O piloto francês Jean Alesi, da Prost, já foi orientado pelo chefão Alain Prost. "Se você conquistar um bom resultado, na classificação ou na corrida, não se entusiasme demais e não dê seu capacete para o público." O veterano piloto francês, de 37 anos, já ofereceu duas vezes, este ano, o seu capacete a torcedores nas arquibancadas. "O problema não é o capacete, Prost quer cobrar de mim o rádio que os equipa."Alesi marcou pontos nos GPs de Mônaco e do Canadá.

Agencia Estado,

29 de junho de 2001 | 16h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.