Mark Ralston/AFP
Mark Ralston/AFP

Conquista do sexto título de Lewis Hamilton repercute no mundo

Ingleses, espanhóis e italianos destacam a possibilidade do inglês ultrapassar o recorde de sete títulos de Schumacher

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2019 | 11h18

Lewis Hamilton se tornou campeão do mundo da Fórmula 1 pela sexta vez no último domingo. A segunda colocação no GP dos Estados Unidos, em Austin, assegurou o título ao inglês e as principais publicações esportivas destacaram sua conquista. 

Na Inglaterra, a BBC mostrou que Hamilton acha que tudo que está acontecendo é surreal. A publicação citou a importância da presença de sua família no GP dos Estados Unidos. "Estou muito feliz em compartilhar isso com eles - as pessoas centrais em minha vida e que sacrificaram tudo o que têm para eu ter a vida que tenho e ter esta oportunidade".

Hamilton disse também que ele ainda não assimilou o tamanho de sua conquista, o que o deixa próximo de alcançar o recorde histórico de sete mundiais de Michael Schumacher. "Como devo me sentir? Lembro-me de assistir a esse esporte quando era mais jovem. É estranho assistir e ver alguém na TV e agora ser a pessoa na TV e estar fazendo algo como o que vi em Ayrton (Senna) e o que vi em Michael", disse o piloto de 34 anos.

O também inglês Daily Mail destacou os números de Hamilton: com o sexto título, o britânico tomou o segundo lugar de Juan Manuel Fangio e ficou atrás apenas de Schumacher. É possível que ele consiga conquistar oito campeonatos antes da aposentadoria e se torne o melhor de todos os tempos.

O jornal britânico ainda fala sobre seu talento, sua implacável dedicação ao seu ofício, sobre a determinação em vencer e a parceria com a equipe certa, na hora certa. Além de todos os números e de todas as suas habilidades, é citado o espírito esportivo na pista que o coloca como melhor que Schumacher nesse quesito. O Daily Mail relembra, por exemplo, as colisões do alemão com Damon Hill em Adelaide em 1994 e Jacques Villeneuve em Jerez em 1997.

Ainda no Reino Unido, o The Guardian falou sobre o domínio de Lewis durante a temporada. Hamilton conquistou oito vitórias nas 12 primeiras corridas da temporada. Seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, em carro idêntico venceu apenas duas vezes no mesmo período.

O El País, da Espanha, também mostrou que o piloto inglês está próximo de igualar a marca do alemão Schumacher. Já o italiano Corriere dello Sport traz declarações do chefe de equipe da Ferrari, Mattia Binotto, ao parabenizar Hamilton pela conquista: "Gostaria de felicitar Lewis Hamilton por ter conquistado outro título mundial: ele ganhou merecidamente."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.