Punição de Ralf é transformada em multa

O Tribunal de Apelações da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu nesta quarta-feira transformar em multa a pena aplicada ao piloto Ralf Schumacher (Williams). Ralf foi considerado culpado pelo acidente na largada do Grande Prêmio da Alemanha, há cerca de 3 semanas, quando mudou o traçado e provocou o choque com outros dois carros - de Rubens Barrichello (Ferrari) e de Kimi Raikkonen (McLaren). Os três abandoram a prova logo em seguida.Num primeiro julgamento, Ralf havia sido condenado a perder 10 posições no grid de largada, a partir da colocação que conseguisse nos treinos oficiais para o GP da Hungria, a ser disputado no próximo domingo. Com a modificação da sentença, o piloto alemão terá de pagar uma multa de U$ 50 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.