Punido, Hamilton pretende fazer 'corrida de recuperação'

O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, não se abalou com o fato de largar na antepenúltima posição no GP da Austrália, neste domingo. Após fazer o 15.º melhor tempo, mas ser punido por ter trocado a caixa de câmbio nos treinos de classificação, o atual campeão da Fórmula 1 manteve o bom humor e disse que pretende fazer uma "corrida de recuperação" para ganhar posições.

AE, Agencia Estado

28 de março de 2009 | 14h04

"A equipe vai avaliar o problema (com a caixa de câmbio) hoje (sábado) à noite e estou determinado a fazer uma corrida de recuperação. Nós vamos ter um pouco de diversão (largando) do 15.º lugar amanhã (domingo)", afirmou Hamilton, que ainda parabenizou seu compatriota Jenson Button pela pole, além de elogiar a nova equipe Brawn GP. "Eles têm feito um trabalho fantástico todo o final de semana e têm muito o que esperar de amanhã."

Para Martin Whitmarsh, diretor da McLaren, o problema no câmbio realmente impediu Hamilton de melhorar seu tempo no treino deste sábado. No entanto, ele reconhece que a equipe terá de melhorar para ser competitiva como no ano passado. "Os dois pilotos fizeram um bom trabalho, mesmo em circunstâncias que foram difíceis para todos nós. A realidade é que nós fizemos progresso nas últimas semanas, mas claramente não o suficiente", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.