Punidos, Kevin Magnussen e Jules Bianchi levam pontos em carteira

Pelo novo regulamento, um piloto que atingir 12 pontos na habilitação ficará fora do GP seguinte

Agência Estado

30 de março de 2014 | 16h33

SEPANG - Reflexo de uma das novidades promovidas neste ano pela organização da Fórmula 1, com objetivo de tentar reduzir o número de "barbeiragens" por parte dos pilotos na temporada, o dinamarquês Kevin Magnussen, da McLaren, e o francês Jules Bianchi, da Marussia, foram punidos neste domingo com dois pontos cada um em suas licenças obrigatórias para poder guiar um carro da categoria máxima do automobilismo.

Pelo novo regulamento da F-1, um piloto que atingir 12 pontos na sua carteira de habilitação ficará fora do GP seguinte à punição. E, neste domingo, Magnussen acabou penalizado por causa do toque que deu na Ferrari de Kimi Raikkonen e acabou furando um dos pneus do carro do finlandês, que se viu obrigado a fazer uma parada extra nos boxes e acabou terminando a corrida em 12º lugar.

Já Bianchi foi considerado culpado pelo acidente no qual se envolveu com o venezuelano Pastor Maldonado, da Lotus, embora tenha levado a pior nesta colisão e abandonado a prova no circuito de Sepang já em sua quarta volta. Magnussen, por sua vez, fechou a corrida em nono lugar. O francês e o dinamarquês também foram punidos com a perda de cinco segundos de seus tempos durante o GP da Malásia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.