Quarto colocado, Alonso diz que não lutava pela vitória

O espanhol Fernando Alonso brigou pela segunda colocação com Mark Webber em boa parte do GP da Bélgica de Fórmula 1, neste domingo. No entanto, ele acabou ficando apenas na quarta colocação. O resultado foi comemorado pelo piloto, que só lamentou não ter conseguido subir ao pódio pela quinta vez consecutiva na temporada.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2011 | 15h54

"Seria difícil conseguir um melhor resultado do que esta quarta colocação de hoje (domingo), especialmente dado o quanto sofremos com os pneus intermediários. Nestas condições, somos um segundo e meio mais lentos. Honestamente, não pensei que tivéssemos reais condições de vencer, mas um pódio estava em nossos planos", declarou.

A satisfação de Alonso, apesar de ter se distanciado ainda mais da briga pelo título, se deu pela recuperação, após péssimo desempenho no treino classificatório de sábado, que o fez largar na oitava colocação. Terminar entre os três primeiros coroaria esta performance.

"Uma pena quanto ao pódio. Era nosso objetivo e era possível, apesar de ter largado em oitavo. Comparado com o que vimos ontem (sábado), nos treinos, a situação foi muito diferente", avaliou o espanhol, terceiro colocado no Mundial, a 102 pontos do líder Sebastian Vettel - 259 a 157.

MASSA - Se Alonso saiu satisfeito da corrida, seu companheiro de Ferrari, Felipe Massa, segue sem conseguir um bom desempenho nesta temporada. A oitava colocação neste domingo não era o resultado que o brasileiro esperava.

"Foi uma corrida bem estranha para mim. No começo eu estava absolutamente na briga pelas primeiras colocações, mas aí comecei a ter problemas com os pneus e o carro pareceu não estar mais bem balanceado", apontou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.