Román Ríos/EFE
Román Ríos/EFE

Quinto em Jerez, Felipe Massa diz que carro da Williams é confiável

'Foi um dia livre de erros', diz o brasileiro. Para ele, o carro evoluiu em todos os dias de teste, o que deve ocorrer também em Barcelona

Estadão Conteúdo

04 de fevereiro de 2015 | 17h32

O brasileiro Felipe Massa terminou o último dia da primeira semana de testes coletivos da pré-temporada da Fórmula 1 otimista de que a Williams será competitiva e consistente no campeonato de 2015. Após a atividade desta quarta-feira no circuito de Jerez de la Frontera, ele destacou a confiabilidade do FW37, o carro da equipe inglesa.

"O FW37 mais uma vez provou o quão confiável ele é. Foi um dia livre de erros. O carro foi consistente ao longo dos últimos quatro dias e fizemos um bom progresso", disse Massa, que terminou a quarta-feira como o quinto piloto mais rápido ao marcar o tempo de 1min23s116 na melhor das suas 73 voltas.

Para Massa, o carro da Williams apresentou evolução em todos os dias dos testes em Jerez. E, na opinião do brasileiro, a próxima meta deve ser tornar o carro mais veloz nas atividades da pré-temporada no circuito de Barcelona.

"Destacamos algumas áreas que precisam trabalhar e assim nos certificamos de que o carro está melhorando cada vez que vamos para a pista. Nós temos nossos pés no chão e estamos focados em fazer este carro ser mais rápido quando os testes continuarem em Barcelona", comentou o brasileiro.

Após o fim dos trabalhos de pista em Jerez, os pilotos farão a segunda bateria de testes coletivos de pré-temporada entre os dias 19 e 22 de fevereiro, em Barcelona, que também será palco da atividades derradeiras de preparação para o campeonato, entre 26 de fevereiro e 1º de março. A temporada de 2015 da Fórmula 1 começará no dia 15 de março, quando será realizado o GP da Austrália, no circuito de Melbourne.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1WilliamsFelipe Massa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.