Wolfgang Rattay/Reuters
Wolfgang Rattay/Reuters

Raikkonen celebra 2.º lugar, mas diz: 'Queria vencer'

Finlandês acredita que teria ultrapassado Vettel se a corrida tivesse mais algumas voltas

AE, Agência Estado

07 de julho de 2013 | 15h44

NURBURG - O domingo foi de festa para a Lotus no GP da Alemanha de Fórmula 1. Se não conseguiu a vitória, que ficou com Sebastian Vettel, a equipe colocou seus dois pilotos no pódio, com Kimi Raikkonen em segundo e Romain Grosjean em terceiro. Apesar de celebrar o resultado, Raikkonen queria mais e garante que poderia ter saído com a vitória em Nurburgring.

"Tivemos um fim de prova muito bom, mas os carros estavam muito próximos em desempenho, o que dificultou as ultrapassagens. Talvez mais algumas voltas tivessem me ajudado, mas a prova tem apenas 60 e é preciso fazer o melhor", declarou. "Claro que queríamos vencer. Não conseguimos, mas marcamos bastante pontos aqui", completou.

Raikkonen chegou quase colado com Vettel e lamentou o tempo perdido após seu primeiro pit stop. "Depois do meu primeiro pit stop fiquei preso atrás de uma Mercedes por um tempo, mas uma vez que a ultrapassei o carro esteve muito bem. Após o safety car três de nós puderam desgarrar, mas estávamos muito próximos para mudar a ordem. Foi um bom dia para a equipe", avaliou.

Já Romain Grosjean pôde comemorar a volta ao pódio depois de quatro corridas sem sequer somar pontos. Ele havia sido terceiro no Bahrein, mas abandonou na Espanha e em Mônaco, além de ter sido 13.º no Canadá e 19.º na Inglaterra. Ele inclusive chegou a liderar a prova deste domingo.

"Depois de algumas corridas difíceis, tudo correu bem hoje (domingo), foi bastante especial quando liderei a corrida, e voltar ao pódio naturalmente é algo bom. Meu carro estava ótimo na primeira metade com os pneus macios e está claro que o clima do verão é o melhor para nós", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.