Andrej Isakovic/AFP
Andrej Isakovic/AFP

Raikkonen culpa desgaste nos pneus por perda da liderança no GP da Itália

O veterano da Ferrari não resistiu aos ataques de Lewis Hamilton e teve que se contentar com a segunda colocação

Estadão Conteúdo

02 Setembro 2018 | 15h34

O finlandês Kimi Raikkonen deixou escapar neste domingo a chance de conquistar sua primeira vitória na Fórmula 1 desde 2013. Depois de largar na pole e liderar boa parte do GP da Itália, o veterano da Ferrari não resistiu aos ataques de Lewis Hamilton e teve que se contentar com a segunda colocação.

"Acho que estávamos rápidos o suficiente, mas, infelizmente, os nossos pneus traseiros acabaram e isso se tornou uma batalha perdida naquele ponto. Eu tentei, mas era impossível no fim, infelizmente. Foi longe do ideal, mas foi o que conseguimos hoje e fizemos nosso máximo", declarou.

Raikkonen resistiu o quanto pôde, mas cedeu a liderança e a vitória a Hamilton a oito voltas para o fim. "Claro, nós tentamos. Mas se você olhar para nossos pneus traseiros, eles nos abandonaram antes que a corrida acabasse. Ao menos ficamos com a segunda colocação e continuamos lutando", comentou.

Foi um encerramento inesperado para um fim de semana que parecia ter tudo para ser da Ferrari. Afinal, Raikkonen e Sebastian Vettel fizeram uma dobradinha no grid de largada - o alemão foi prejudicado por um acidente com Hamilton e chegou apenas em quarto. Nem isso, porém, desanimou a fanática torcida italiana, que lotou o autódromo em Monza.

"Obviamente, não podia ouvir a torcida. Mas, no fim, quando recebemos os troféus, pude ver quantas pessoas estavam lá. Quando você olha para a arquibancada, há muito apoio da torcida. Infelizmente, não conseguimos o máximo, o melhor resultado hoje para todos. Mas é assim que é e tenho certeza que eles torceram tanto quanto a gente tentou. É muito legal de ver", avaliou.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Kimi Raikkonen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.