Raikkonen diz que Coulthard não acelera

Kimi Raikkonen, da McLaren, vice-campeão do mundo, estava vermelho como um pimentão depois de abandonar o GP da Malásia, neste domingo. Entrou no carro com fortes dores abdominais, decorrentes possivelmente da alimentação malaia, bastante distinta da sua, e o sistema que deveria lhe permitir se reidratar durante a corrida não funcionou.Além disso, abandonou pela quebra da transmissão, segundo a McLaren, na 40ª volta de um total de 56. Na Austrália, foi o motor Mercedes que o deixou na mão. Perguntaram-lhe por que seu companheiro, David Coulthard, ao contrário dele, terminou as duas corridas em oitavo. Irritado, respondeu: "Claro, ele não acelera nada. O carro tem de durar mais mesmo".

Agencia Estado,

21 de março de 2004 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.