Raikkonen diz que deve encerrar a carreira na Ferrari

O finlandês Kimi Raikkonen afirmou nesta quinta-feira que deve permanecer na Ferrari até o fim de sua carreira na Fórmula 1. "Estou feliz aqui, e esta provavelmente será a última equipe para a qual correrei", afirmou o campeão mundial de 2007, durante a semana de abertura da temporada da equipe, na estação de esqui de Madonna di Campiglio, na Itália.Raikkonen tem contrato com a Ferrari até o fim de 2010, renovado no ano passado, e diz que ainda não sabe quais serão seus planos depois disso. Tranquilo como de costume, ele contou ainda que não se incomodou com as declarações do chefe da equipe, Stefano Domenicali, de que ele parece "viver em seu próprio planeta". "Esse tipo de coisa não me aborrece, o que importa é que estou aqui trabalhando", disse.Depois de uma temporada muito irregular em 2008, quando só conseguiu garantir o terceiro lugar no Mundial de Pilotos na última prova do ano, Raikkonen admitiu que não sabe como será 2009, por causa das várias mudanças no regulamento. "Ainda não sei como o carro está, teremos de esperar os primeiros treinos para ver", disse ele, que só andará no F60 a partir de segunda-feira, nos testes coletivos em Portimão, em Portugal. Até agora, só Felipe Massa guiou o novo carro, por algumas voltas, no circuito de Mugello.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.