Raikkonen diz que ficará feliz se puder ajudar Massa

Atual campeão é o quarto no Mundial de Pilotos e não tem mais chances de brigar pelo título

AE, Agencia Estado

22 de outubro de 2008 | 13h20

O finlandês Kimi Raikkonen parece cada vez mais conformado com sua condição de segundo piloto da Ferrari na temporada da Fórmula 1. Se antes do GP da China ele havia dito que ajudaria Felipe Massa caso houvesse necessidade, agora ele já afirma que ficará feliz em trabalhar para o título de seu companheiro de Ferrari no GP do Brasil."Ficarei muito feliz se puder fazer algo que ajude Felipe a ser campeão e a Ferrari a conquistar o Mundial de Construtores", afirmou o finlandês, quarto colocado no campeonato e já fora da briga pelo título.A ajuda do atual campeão a Massa começou em Xangai, quando Raikkonen estava na segunda colocação, logo à frente do brasileiro, e diminuiu o ritmo até que ambos trocassem de lugar. O finlandês não viu problemas na manobra."A partir do momento que não luto mais pelo título, não faz diferença chegar em segundo ou terceiro desde que os pontos para a Ferrari continuem os mesmos", disse o piloto.Para ser campeão em Interlagos, Massa precisa de mais do que apenas a ajuda de Raikkonen. O brasileiro tem 87 pontos, contra 94 de Lewis Hamilton, e precisa descontar a diferença de sete pontos. O título só será possível em caso de vitória - com o inglês no máximo em sexto lugar - ou segundo lugar, desde que o piloto da McLaren não vá além de oitavo.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Felipe MassaKimi Raikkonen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.