Raikkonen diz que Lotus começa ano mais forte

Kimi Raikkonen demonstrou satisfação com o desempenho da Lotus nas duas sessões de treinos livres para o GP da Austrália realizados nesta sexta-feira. O finlandês terminou o dia na quarta colocação, logo à frente do francês Romain Grosjean, seu companheiro de equipe, e destacou o potencial do carro da Lotus, além de ter comemorado por não ter sofrido com problemas mecânicos.

AE, Agência Estado

15 de março de 2013 | 10h40

"É bom começar a temporada e sentir o carro muito forte. Eu não acho que nós somos os mais rápidos, mas é um bom começo. Foi bom ter um dia de confiabilidade depois de passar algum tempo na garagem durante os testes", afirmou Raikkonen, lembrando as dificuldades enfrentadas pela Lotus durante os testes coletivos na pré-temporada.

O piloto finlandês ressaltou que as condições no circuito de Melbourne podem mudar para o treino de classificação deste sábado, pois existe a previsão de chuva. "A pista estava como eu me lembrava e não houve surpresas da parte dela ou do carro. Nós vamos ter que ver o que acontece amanhã na classificação, talvez seja um pouco mais frio. Estou feliz até agora neste fim de semana", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.