Srdjan Suki/EFE
Srdjan Suki/EFE

Raikkonen diz que pode levar tempo para Ferrari melhorar

Finlandês fica apenas na sétima colocação em GP da Austrália

AE, Agência Estado

17 de março de 2014 | 15h46

MELBOURNE - O finlandês Kimi Raikkonen esteve longe de ter a reestreia desejada pela Ferrari. No último domingo, o campeão mundial de 2007 ficou apenas na sétima colocação no GP da Austrália, realizado no circuito de Melbourne, e admitiu que pode levar tempo para o F14 T se tornar um carro competitivo.

"Sabemos mais ou menos o que nós queremos fazer, mas algumas coisas não acontecem da noite para o dia. Leva tempo para produzir certas peças ou encontrar a maneira certa de alocar as coisas", disse Raikkonen. "Eu estive nessas situações antes e às vezes leva um tempo", completou o finlandês.

Com problemas no treino de classificação, Raikkonen largou apenas do 11º lugar no GP da Austrália. Na corrida, o piloto da Ferrari sofreu com o acerto do carro e garantiu a sétima colocação, quase 1 minuto atrás do alemão Nico Rosberg, da Mercedes, que venceu a prova em Melbourne.

Raikkonen, porém, acredita que o resultado final poderia ter sido ainda mais ruim. "Não é o que queremos alcançar, mas poderia ter sido ainda pior. Estou certo de que só podemos melhorar a partir disso", concluiu Raikkonen, que tentará conquistar um resultado melhor no dia 30 de março, quando será realizado o GP da Malásia.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariKimi Raikkonen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.