Raikkonen diz que terá saudades dos tempos de Ferrari

O finlandês Kimi Raikkonen foi dispensado pela Ferrari nesta quarta-feira, e dará lugar ao espanhol Fernando Alonso a partir da próxima temporada. O campeão do mundo de 2007 lamentou o fim de seu vínculo com a escuderia, mas não mostrou mágoas e mostrou-se agradecido pela oportunidade de guiar os carros vermelhos.

AE, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 13h31

"Em comum acordo, eu e a Ferrari encerramos nosso contrato, que terminaria no fim de 2010. Estou muito triste pode deixar a equipe em que passei três anos fantásticos, nos quais venci várias corridas. Foi na Ferrari que consegui meu título mundial em 2007, atingindo a meta que eu tinha desde o início da minha carreira. Guardo muitas lembranças boas deste período", disse Raikkonen.

O finlandês chegou à equipe em 2007 como aposta para substituir Michael Schumacher, aposentado no ano anterior. Em sua primeira temporada, Raikkonen conquistou o título, mas nos anos seguintes ele caiu de rendimento, sendo superado com frequência por Felipe Massa.

Os planos do piloto nórdico para o futuro ainda não foram anunciados, mas é bem possível que ele volte à McLaren, onde correu entre 2002 e 2006. A escuderia inglesa deve dispensar Heikki Kovalainen na próxima temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.