Raikkonen: "Entrei na luta pelo título"

O finlandês Kimi Raikkonen deixou a frieza de lado e mostrou alguma emoção, o que é raro, depois de vencer o GP do Canadá de Fórmula 1, neste domingo, em Montreal. "Com o abandono de Fernando Alonso (Renault), definitivamente entrei na luta pelo título", afirmou o piloto da McLaren.Alonso errou na 39ª volta, quando era líder, ao tocar o muro na saída da curva 4 e abandonou pela primeira vez este ano. Depois de 8 etapas, o espanhol da Renault mantém-se com folga em primeiro lugar no campeonato, com 59 pontos, mas Raikkonen descontou 10 e está agora com 37."Hoje eu tive sorte. Antes do meu primeiro pit stop (24ª volta), meu volante começou a girar para a esquerda e não sabia o que fazer", contou Raikkonen. "Fiquei preocupado. Perguntei à equipe e me disseram que não tinham muito o que fazer."Mas o carro manteve uma boa performance e Raikkonen ainda contou com a trapalhada de seu companheiro de equipe, o colombiano Juan Pablo Montoya, que liderava a corrida mas foi desclassificado. "Meu engenheiro me chamou na hora certa para o box no segundo pit stop (48ª volta), para aproveitar a entrada do safety car na pista", disse o finlandês, sobre o momento em que garantiu a primeira posição. "Tudo é possível nas corridas, claro, mas não vencer aqui não me surpreenderia", revelou Raikkonen. "O que é muito bom para mim é que as características da pista de Indianápolis (próxima etapa, no domingo) são ainda melhores para a McLaren."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.