Raikkonen minimiza regularidade: 'Preciso é de vitórias'

Um dos pilotos mais regulares da temporada, Kimi Raikkonen acredita que a consistência em todas as etapas do Mundial de Fórmula 1 não é o suficiente para brigar pelo título. Para o finlandês, somente vitórias permitirão uma reviravolta no campeonato, com o objetivo de superar Sebastian Vettel e conquistar o título.

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2013 | 09h57

"Agora estou de volta ao segundo lugar [no campeonato], o que é um boa posição antes do recesso de verão. Eu terminou na frente de Sebastian na Hungria. Mas, para batê-lo, precisamos vencer as corridas", projetou o piloto da Lotus, que só venceu a primeira etapa do ano, na Austrália.

"Se continuarmos a chegar em segundo, como já fizemos muitas vezes neste ano, provavelmente não será o suficiente. Mas você nunca sabe o que pode acontecer", disse Raikkonen, que terminou em segundo lugar em cinco corridas disputadas neste ano.

Raikkonen soma atualmente 134 pontos e só está atrás do rival alemão, com 172. Mas é ameaçado pelo espanhol Fernando Alonso, que tem 133 pontos. O trio vai retomar a disputa pela liderança no retorno da Fórmula 1, após quase um mês de recesso, no GP da Bélgica, no Circuito de Spa-Francorchamps, no dia 25.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1LotusRaikkonen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.