Raikkonen: 'não me sinto mais forte que na última temporada'

Campeão de 2007 acredita que título não o fez ficar mais veloz do que no ano passado

Efe

06 de janeiro de 2008 | 15h43

O finlandês Kimi Raikkonen, que conquistou o Mundial de Piloto da Fórmula 1 de 2007 no Grande Prêmio do Brasil, última prova da temporada, disse neste domingo que não se sente mais forte em relação ao ano passado.   Veja também:  Com número 1, Ferrari apresenta o F2008   "O fato de ter conquistado o Mundial de pilotos no ano passado me deixa a certeza de que posso tentar o título novamente este ano, mas não me sinto mais forte por isso", afirmou Raikkonen durante a apresentação do F2008, novo carro da escuderia para a temporada. Sobre o carro, Raikkonen disse que o viu antes do Natal. Ele fez críticas ao habitáculo, mais estreito, e prevê dificuldades para guiá-lo em pista molhada.   "Terei de mudar meu estilo de direção, mas isso ocorre com todos os carros novos. Estamos preparados e lutaremos até o final para voltar a conquistar os títulos de pilotos e construtores", comentou o finlandês. Finalmente, ele falou de sua relação com o brasileiro Felipe Massa, com quem voltará a fazer dupla este ano: "Com Massa o ambiente é muito bom, e tentaremos manter isso", disse o piloto.

Tudo o que sabemos sobre:
FerrariFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.